CREA-RS e prefeitura de Santa Maria firmam Acordo de Cooperação para ações de fiscalização

Buscando qualificar as ações que envolvem a fiscalização do CREA-RS e da municipalidade, o Conselho e a Prefeitura de Santa Maria assinaram, no dia 17 de março, um acordo de cooperação técnica. O objetivo principal é a fixação de critérios e normas de ação conjuntas buscando o cumprimento da legislação profissional vigente e das normas de postura e zoneamento do município, bem como apoio às ações que tanjam a Engenharia e Agronomia com o propósito de impactar positivamente na qualidade de vida da população.


O ato ocorreu durante almoço no Itaimbé Palace Hotel e reuniu representantes do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon), empresários e políticos. “A ART assegura a capacidade do profissional responsável pela obra e confere credibilidade à empresa”, afirmou o vice-prefeito, Rodrigo Decimo, que participou do almoço junto ao prefeito Jorge Pozzobom.

O encontro fez alusão aos 50 anos da Inspetoria do CREA-RS em Santa Maria, completados em 15 de março. A presidente do Conselho, Engenheira Ambiental Nanci Walter, comemorou a parceria. “Este ato faz parte de um trabalho de retomada da interiorização do CREA-RS que busca facilitar e melhorar aquilo que já existe e abrir portas para parcerias futuras. A autarquia terá acesso a mais informações da Prefeitura, atendendo à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), e a comunicação entre o Executivo Municipal e o Conselho se tornará mais ágil”, explicou Nanci.


O acordo de cooperação técnica tem duração de um ano. Com informações da Prefeitura de Santa Maria.
 

Ação de fiscalização em Santa Maria promove regularização de unidades de armazenamentos de grãos

Entre os dias 14 e 18 de março o CREA-RS promoveu ação intensiva de fiscalização em empreendimentos de silos de armazenagem de grãos nas regiões abrangidas pela Inspetoria de Santa Maria. Foram verificadas 45 unidades de armazenamento de grãos.
 

Além da necessidade de profissional legalmente habilitado nestas atividades, as unidades demandam manutenção, que deve ser realizada por empresas e profissionais legalmente habilitados e com registro no Conselho.

O gerente de fiscalização, Eng. Luis Sidnei Machado comentou que as equipes ultrapassaram a meta do departamento, com a verificação de 45 silos em Mata, São Pedro, São Sepé, Júlio de Castilhos, Santa Maria e Jari. Os respectivos profissionais responsáveis pelos reservatórios já estão procurando a Inspetoria do Conselho para as devidas regularizações.

As principais inconsistências encontradas na fiscalização foram falta de documentação na área de segurança do trabalho e manutenção de equipamentos.

A ação em silos é em nível estadual e foi lançada em Santa Maria. Ela vai se estender para as Inspetorias de Camaquã, Guaíba, Tramandaí, Viamão e Capão da Canoa.


De acordo com estudos vinculados à Subsecretaria de Inspeção de Trabalho, que compilou dados de acidentes de trabalho fatais relacionados aos processos de pós-colheita, incluindo o armazenamento de grãos, destacaram-se as operações de movimentação de grãos entre os compartimentos, as atividades de limpeza e descarga final de silos, as manutenções e as montagens das estruturas de armazenamento de grãos.
 

Rota Aventura recebe fiscalização

Atividades de turismo de aventura devem ter prévia inspeção e certificação dos equipamentos de segurança realizada por profissional habilitado pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do RS e com a respectiva Anotação de Responsabilidade Técnica.


A recente decisão do Ministério Público sobre estes serviços reforça ainda mais a importância das ações que o CREA-RS realiza em todo o Estado com a Operação Verão, para garantir que esses eventos, muito visitados por turistas e entusiastas de aventura, estejam sendo conduzidos tecnicamente por profissionais e empresas legalmente habilitadas. Ao responsável técnico, cabe exercer a sua profissão em observância aos princípios éticos, tecnológicos e ambientais compatíveis com as necessidades da sociedade.

Um dos eventos é o Rota Aventura, situado no cânion do Pico do Monte Negro, em São José dos Ausentes, localizado a aproximadamente 290 km de Porto Alegre, que recebeu a fiscalização do CREA-RS no dia 23 de fevereiro. É o cânion que fica ao lado do ponto mais alto do RS.


Na ocasião, o agente fiscal Antônio Amarante verificou a responsabilidade técnica da instalação dos equipamentos para rede suspensa e pêndulo, conforme divulgação nas redes sociais do evento, que ocorreu de 26 de fevereiro a 2 de março.


Atendido pelo promotor do Rota Aventura, Ronaldo Garbin, o agente fiscal recebeu os seguintes laudos: de Orientação Técnica para Seleção de Componentes e Instalação de Guias e Cabos de Aço para Realização de Atividades de Aventura, de Determinação de Carga Máxima de Trabalho em Chapas Suporte para Cabo de Aço, de Projeto de Mesa Suspensa para Atividade de Aventura e de Estudo de Coeficiente de Segurança em Suporte para Rede Atividades de Aventura. Também foi solicitada, via TRDP, a ART de Montagem e Instalação dos Equipamentos Específicos para este evento.


Garbin elogiou a ação e o fato de o CREA-RS fiscalizar as empresas de turismo de aventura, para que realmente exista segurança e profissionalismo nessas áreas. “Recebo com orgulho porque para nós segurança é primordial e a fiscalização é necessária no setor”, avalia.   

Obras da construção do Parque de Diversões Gramado Ltda são fiscalizadas pelo CREA-RS

No dia 22 de fevereiro o agente fiscal Homero Lopes visitou as obras da construção do Parque de Diversões Gramado Ltda., o futuro Parque da Turma da Mônica, para verificar a documentação da obra civil em execução de uma área de 9.384,00 m².  

Atendido pelo Eng. Civil Anderson Bisol, o fiscal recebeu nove ARTs referentes à obra. No entanto, como foram constatados outros serviços que exigiam a responsabilidade técnica de profissionais com o devido registro, foram deixados os seguintes Termos de Requisição de Documentos e Providências (TRDPs) referentes às ARTs: de serviços de terraplenagem e escavações, da estrutura metálica da obra e da montagem e instalação do sistema de climatização do ar condicionado central.


Além disso, foram solicitadas as Anotações das empresas terceirizadas, como uma serralheria instalada dentro do pavilhão, responsável pela produção das estruturas metálicas dos brinquedos. Também não foram apresentados os Laudos de Inspeção dos pedalinhos e da tirolesa que estão operando no local.

Obras da Nova Praça de Pedágio da RS-287 recebem fiscalização do CREA-RS

Na manhã de 14 de fevereiro o agente fiscal Moacir Pinto, sob a supervisão de Gustavo Vaz, fiscalizou as obras da nova praça de pedágio na BR-287, no Km 168, em Paraíso do Sul. Na verificação, foram solicitadas as Anotações de Responsabilidade Técnica dos serviços e atividades que exigem a presença de profissionais habilitados e com registro no Sistema Confea/Crea.


Ao fiscalizar o exercício profissional o Conselho oferece, acima de tudo, proteção, tanto ao mercado de trabalho como aos cidadãos, ao assegurar que os serviços contratados possuam um responsável técnico.


A concessionária Rota de Santa Maria, do grupo espanhol Sacyr, responsável pela RS-287, prevê a conclusão das praças de Taquari e Paraíso do Sul até agosto deste ano. O mesmo prazo foi estipulado para a terceira nova praça prevista o Km 214, no distrito de Palma, interior de Santa Maria, onde as obras ainda não iniciaram.

CREA-RS fiscaliza supermercado que teve queda de marquise

No dia 2 de fevereiro o agente fiscal e supervisor Pedro Ost verificou a documentação de um supermercado na zona Sul de Porto Alegre, onde ocorreu a queda de uma marquise. Na ocasião, o proprietário apresentou um laudo realizado por um responsável técnico referente à remoção da estrutura. De acordo com o Engenheiro, não há mais riscos para os usuários do empreendimento.


A marquise do supermercado, localizado no bairro Hípica, desabou no dia 01 de fevereiro. 


Não houve vítimas fatais, mas apenas danos materiais. Pelo menos dois automóveis, que pertenciam a clientes do estabelecimento, foram atingidos.

Operação Hotel Mais Seguro já visitou 380 empreendimentos do setor

A operação Hotel Mais Seguro foi realizada de 1º a 15 de dezembro simultaneamente pelos Creas da Região Sul: Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina.

No RS foram 380 hotéis fiscalizados, com a apresentação de 822 Anotações de Responsabilidade Técnica (ARTs) de serviços como: manutenção de elevadores, central de gás, ar-condicionado e de equipamentos de proteção contra descarga atmosférica, que dependem da expertise de Engenheiros para serem executados, e outros 302 Termos de Requisição de Documentos (TRDPs).

 

Até o momento, os hotéis Sky Palace, Laghetto e Bavária, em Gramado (RS), receberam o selo “Hotel Mais Seguro”, ao comprovarem o atendimento de todos os requisitos solicitados rigorosamente pela fiscalização do Conselho gaúcho.

© 2022 CREA-RS. Todos os direitos reservados.