ESTACIONAMENTOS: DIRETRIZES DE PROJETO E PERÍCIAS 

ESTACIONAMENTOS: DIRETRIZES DE PROJETO E PERÍCIAS 

O livro apresenta, pela primeira vez, um estudo abrangente sobre os principais aspectos técnicos, normas e regulamentações a serem levados em conta para o projeto de estacionamentos. É apresentada uma visão geral dos requisitos de algumas das principais leis e normas, como CTB, Contran, Dnit, CET, Detran e códigos de obras de diferentes municípios. Enriquece o conhecimento com exemplos de normas e instruções técnicas dos Estados Unidos, de Portugal e da Alemanha. O autor discute a atuação do Engenheiro diagnóstico na inspeção e na auditoria de estacionamentos e avalia as mudanças globais e as tendências que deverão impactar os futuros projetos de estacionamentos, entre os quais os veículos autônomos, o uso crescente de bicicletas e a popularização de veículos híbridos e elétricos.

 

Autor: Engenheiro Civil Marco Antonio Gullo

Editora: Editora OfiTexto

Patrimônio em Pedra

Patrimônio em Pedra

O patrimônio pétreo brasileiro é muito rico e diversificado, como atestam os capítulos dessa obra. Pedras locais ou exóticas, com suas características intrínsecas garantem a perpetuação de edifícios e monumentos, mesmo que, às vezes, a conservação não faça jus a sua grandiosidade. O objetivo do livro é apresentar o patrimônio em pedra nas regiões brasileiras. A Unesco já reconheceu em nossos territórios vários sítios patrimoniais, tanto do início da colonização do País, como as cidades de Salvador, Belém, São Luís e outras, como de construções mais recentes, como é o caso da cidade de Brasília e do Conjunto Moderno da Pampulha. Dessa maneira, a publicação apresenta descrições de diversos patrimônios brasileiros, especialmente em pedra, com o intuito de divulgar nossa geodiversidade. Como contraponto, serão apresentados alguns dos patrimônios mundiais da Unesco no capítulo 2 e, na sequência, o patrimônio construído nacional. Ressalta-se que a obra foi concebida e realizada durante a pandemia da Covid-19, com a perda de mais de 540.000 de brasileiras (os), dentre eles, pessoas que se dedicavam ao patrimônio.

 

Autor: Geóloga Eliane Aparecida Del Lama (Organizadora) / Universidade de São Paulo. Instituto de Geociências

Editora: Portal Livros Abertos da USP

SENHORES DE TERRA, SENHORES DE GUERRA... 1ª ED. (2021)

Senhores de Terra, senhores de Guerra.jpg
Imagem1.png

MEMÓRIA

6461.jpg

Este livro propõe uma sociologia histórica de um grupo de grandes proprietários de terra pouco estudado nas ciências sociais, os chamados estancieiros. A análise de longo prazo permite desvendar as estruturas sociais relacionadas à posição de origem dos integrantes desta fração das classes dominantes. Donos de vastos domínios fundiários no sul do Brasil, nos quais criam gado bovino de forma extensiva, eles ocuparam os principais postos de mando na República entre os anos de 1930 e 1980. Os exemplos mais conhecidos foram os presidentes Getúlio Vargas, João Goulart, Arthur da Costa e Silva e Emílio Garrastazu Médici. Tanto a esquerda, quanto à direita do espectro político, muitos integrantes das principais linhagens de famílias estancieiras estiveram no centro das decisões políticas neste período. A sua ascensão política, corresponde também com a ascensão econômica, o que marca toda a diferença para com os seus congêneres nacionais senhores de engenho e barões do café. É este espaço social estancieiro que se procura decifrar ao longo de sete capítulos. São analisadas as distinções e o poder simbólico do prestígio pelo consumo, o estilo de vida aristocrático, as estratégias matrimoniais e sucessoriais do patrimônio fundiário, as relações sociais de produção e de dominação em seus domínios fundiários, os cálculos econômicos e as transformações deste espaço ao longo do tempo.

 

Autor: Engenheiro Agrônomo Marcos Botton Piccin

Editora: CRV /sac@travessa.com.br

© 2022 CREA-RS. Todos os direitos reservados.