Inovação e desenvolvimento são focos desta gestão

Estou chegando ao fim do primeiro ano de uma gestão cheia de aprendizados e grandes desafios, mas com a mesma disposição do primeiro dia e com o foco de quem olhava para o Sistema apenas como uma profissional. 

É claro que a responsabilidade aumentou, que existem muitas mudanças a serem feitas e que eu gostaria que o tempo fosse mais rápido para o estabelecimento de uma nova cultura. 

Desde o primeiro dia à frente desta grande instituição sabia que a responsabilidade era grande e sempre tive uma visão de profissional que tinha muitas críticas, mas também soluções a serem propostas.

Lembro de quando era inspetora e fico pensando no porquê de eu estar aqui. Estou hoje aqui por uma crítica ao Sistema. Tenho minhas responsabilidades e informações como gestora, mas não posso esquecer nunca da Nanci Engenheira.


Entrei com uma expectativa grande, como primeira mulher eleita após 87 anos, além de ser a primeira presidente na modalidade em todo o Brasil. O que fazer, então? Melhorar a engrenagem desta grande máquina chamada CREA-RS, porque o Conselho é muito importante para todos nós profissionais, ao nos proteger e garantir que as nossas atribuições estejam sendo respeitadas.

Melhorar a engrenagem significa aperfeiçoar os serviços prestados para facilitar as atividades dos profissionais, com inovação na área de Tecnologia da Informação (TI), Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) e ainda, na defesa do bom profissional.


Busquei intensificar ações para melhorar também a nossa imagem institucional, envolvendo os profissionais nesta causa que são a razão de ser do nosso Conselho. 

Entre as primeiras ações da gestão, abri um processo de contratação de internet para as 44 inspetorias do Rio Grande do Sul. Foram realizadas, também, reformas em quatro locais: na sede de Porto Alegre e nas inspetorias de Taquara, Santa Rosa e Erechim. O orçamento necessário foi angariado a partir de um convênio do CREA-RS com o Confea.

Diversos programas entraram na agenda da instituição ao longo de 2021. O CREA-RS aderiu ao programa Cresce/RS como signatário, iniciou a implantação do Crea Júnior-RS e criou o Programa Mulher, que visa a valorização feminina dentro do CREA-RS e das profissões que estão enquadradas neste âmbito.

Destaco ainda, as atuações parlamentares do Conselho neste ano turbulento. As ações, realizadas em sincronia com o Confea, contaram com a presença simultânea de nove presidentes de Creas em Brasília. Entre as medidas reivindicadas pelo CREA-RS está a alteração na Lei Kiss e no art. 37 da Medida Provisória 1040/2021, que deixava de exigir ART para instalações elétricas de até 140 kVa.

Outra ação importante foi maior aproximação com as instituições de ensino, com a representação do CREA-RS nas formaturas e as entregas do Mérito Acadêmico. 

Além disso, sempre estou à disposição para dialogar com os profissionais. Por isto instituímos o Gabinete Aberto, para que eu possa ouvir as principais demandas dos profissionais. 
 

Resultados da Gestão 2021/2023

Acesse o QR Code Resultados da Gestão 2021/2023 e veja as principais ações e os números da fiscalização deste primeiro ano de gestão. 


Acompanhe nossas redes sociais e veja como o nosso Conselho é forte e trabalha para valorização profissional. 


Neste ano tão importante para o Sistema, estendemos nossa admiração a todos os Engenheiros e Engenheiras neste dia 11 de dezembro. Que todos nós possamos ter um Natal junto aos nossos amigos e familiares e que, no próximo ano, tenhamos cada vez mais saúde e esperança de dias melhores.

 

 

Grande abraço. 

Eng. Ambiental Nanci Walter

Presidente do CREA-RS

© 2021 CREA-RS. Todos os direitos reservados.