• CREA-RS

CREA-RS manifesta-se sobre uso do nitrato de amônia

Em relação ao nitrato de amônia, composto químico que ganhou as manchetes pela explosão ocorrida no porto da cidade de Beirute no Líbano, o CREA-RS esclarece que esta substância, se armazenada em condições adequadas, não oferece riscos à população nem ao meio ambiente, além de ser importante fonte de nitrogênio para a tão celebrada agricultura brasileira.

Foto Arquivo CREA-RS

Foi noticiado que o nitrato de amônia é utilizado como "inseticida". Tal equívoco demonstra a necessidade de os profissionais da Engenharia serem consultados sobre os temas pertinentes às áreas tecnológicas, no caso referido, à Agronomia.


Como explica a coordenadora da Câmara de Agronomia, Eng. Agr. Denize Leite Frandoloso, o nitrato de amônio é o mais eficiente e rápido dos fertilizantes nitrogenados na assimilação pela planta, assim como é mais resistente do que outros fertilizantes nitrogenados para perda do conteúdo N (nitrogênio) para a atmosfera, o que é chamado de volatilização.

“O nitrato de amônio de alta densidade (HDAN, sigla em inglês) é o usado na atividade agrícola, podendo ser aplicado diretamente ao solo ou como componente de fertilizantes NPK compostos. O nitrato de amônio não é inflamável, mas é altamente oxidante e reativo, requerendo armazenamento adequado”, destaca a profissional.

O CREA-RS coloca-se à disposição para ajudar esclarecer à sociedade os temas que tenham afinidade com as atividades do Conselho, levando informação correta para a população.

25 visualizações

© 2020 CREA-RS. Todos os direitos reservados.