• CREA-RS

Pesquisadores criam curativo para aliviar a dor e cicatrizar lesões mamárias

Atualizado: Set 30

Pesquisadores da Universidade Estadual Paulista (Unesp) desenvolveram um curativo à base de látex natural, capaz de aliviar a dor e promover a cicatrização de lesões mamárias.


O trabalho foi o projeto de iniciação científica e de conclusão de curso do Eng. Bioproc. e Biotec. Ricardo Soares, com auxílio do professor Rondinelli Herculano, e atualmente segue sendo desenvolvido por mais pesquisadores do Grupo de Bioengenharia e Biomateriais da Faculdade de Ciências Farmacêuticas.

O curativo é produzido utilizando o látex natural, extraído da seringueira Hevea brasiliensis, e glicerol, e são formados pela coagulação natural do material, que pode levar de 24 a 48 horas, dando origem a membranas sólidas e flexíveis. Antes da etapa de coagulação, o glicerol é adicionado ao látex natural. Após a coagulação, os curativos estão prontos para esterilização e embalagem


“O mecanismo de ação se baseia principalmente nas propriedades hidratantes do glicerol, que é gradualmente liberado pela matriz sólida de látex natural, proporcionando hidratação e alívio imediato do desconforto causado pela amamentação”, explica Natan Barros, um dos pesquisadores responsáveis pelo projeto. Além disso, o látex natural também possui propriedades de indução do reparo tecidual. Suas proteínas são gradualmente difundidas para as fissuras causadas pela desidratação e, ao atingirem a lesão, estimulam a liberação de fator de crescimento vascular e a fase inflamatória da cascata de cicatrização. Desta forma, a formação de novos capilares sanguíneos é estimulada, aumentando consideravelmente a penetração e o transporte de nutrientes essenciais para o reparo do tecido lesionado, acelerando a cicatrização.


O professor Herculano explica que a motivação para a criação do produto veio do nascimento de sua segunda filha, Ana Clara. “A mãe dela teve que utilizar um protetor de seios (emplastro comercial) para aliviar a dor nos mamilos. Como relativamente não é barato, a ideia foi desenvolver um produto de menor custo à base de látex”, explica. Para ele o produto também tem uma papel social importante, considerando que os adesivos comerciais custam em torno de 100 reais. " O valor médio do nosso, em bancada, é em torno de 30 centavos. Assim, desenvolvemos um produto barato e eficaz para a população mais carente, que sobrevive com apenas um salário mínimo”, ressalta.


A continuação do projeto depende, no entanto, de ensaios em animais, para a comprovação de segurança e eficácia. Após a realização destes testes, serão necessárias parcerias para ensaios clínicos e certificação do material para, só então, torná-lo comercial.

O curativo utiliza látex natural e glicerol para aliviar a dor e promover a cicatrização de lesões mamárias (Foto Unesp)

18 visualizações

© 2020 CREA-RS. Todos os direitos reservados.